domingo, 28 de outubro de 2007

Execução ao vivo e em cadeia nacional

Na última quarta-feira, os brasileiros foram surpreendidos pela exibição em cadeia nacional de uma perseguição digna do cinema hollywoodiano. Dois jovens descendo desesperadamente um morro tentando escapar de rajadas de tiros disparadas de um helicóptero da policia militar do Rio de Janeiro. Ambos foram assassinados e as imagens chegam a mostrar um deles tombando. Quem ligasse naquela hora a TV poderia pensar de fato que estava diante de um dos muitos filmes estadunidenses, aonde a caçada e a matança a seres humanos tornaram-se um verdadeiro espetáculo.
Segundo a polícia, os dois "marginais" estavam atirando contra o helicóptero e isso teria justificado a "ação" policial. A cena não mostra os jovens portando armas. Mostra duas pessoas desesperadas fugindo de balas.
A execução dos jovens, sem julgamento, sem prisão, soma-se às inúmeras ações na escalada de repressão ao povo pobre e favelado. Tão impressionante quanto as cenas exibidas é o crescimento constante da defesa de tais ações pela imprensa e pelo senso comum. Coisas como "tem mais é que matar mesmo", ou "marginal bom é marginal morto" tornam-se lugar comum, ao ponto de filmes como "Tropa de Elite" serem digeridos em especial pelos setores de classe média como a grande sacada no combate à violência.
E na medida em que o espetáculo de horrores passa a ser aplaudido, o fascismo põe o pé fora do armário e a barbárie policial passa até a ser televisionada.


4 comentários:

Urariano Mota disse...

Deixo-lhe a sugestão de leitura do texto "Tropa de elite, o encanto da tortura", em http://www.lainsignia.org/2007/octubre/cul_036.htm
Abraço.

Glória Reis disse...

Fico aliviada quando encontro blogs como o seu que ainda se manifestam contra a barbárie que infesta nosso país. Também tenho um blog com o mesmo objetivo: fazer frente a essa injustiça dominante e aos infames que apóiam e incentivam a covardia contra os excluídos, agora não só excluídos, mas excutados friamente com a val do estado. Vou publicar esse vídeo da execução no meu blog. Obrigada, e vamos em frente...

Anônimo disse...

o brasil esta igual a casa de mae juana todo bagunçado esta um inferno cheio de ladroes,mentiras,safadesas,e pouca vergonha,nao vou votar em ninguem,a grande maioria e mentirosos,caloteiros,ladroes.

carimastico pegajoso disse...

interessante suas palavras gostaria de saber se vc mora em uma favela? pois eu moro e estou sob jugo desses marginais que nunca se rendem pra policia a unica soluçao e matar mesmo. os bandidos atiram a esmo atingindo moradores e quem tiver na frente e a culpa cai em cima dos policiais. sei que tem a banda podre na policia mais entre bandido ou policial melhor um bandido morto mesmo. moro na vila do pinheiro, bonsucesso rio de janeiro conheço a realidade nua e crua.